25, jun, 2015

A pele na terceira idade

Existe um mito  de que o melasma só aparece em mulheres grávidas, no entanto, apesar de ser mais comum nessa fase, ele pode se desenvolver em diversas fases da vida e, mesmo que raramente, em homens também. “É mais comum que as manchas apareçam entre os 20 e 40 anos de idade, mas isso não impede que o melasma só se desenvolva mais tarde. Além disso, por se tratar de uma doença crônica, uma pessoa que teve melasma na juventude, certamente, ainda terá que lidar com ele na meia-idade e depois que passar dela”, pontua Bruno Vargas, dermatologista responsável pelo Portal.

Ele ressalta que, como a pele dos idosos é mais sensível, os cuidados para que as manchas não aumentem deve ser redobrado. Fotoenvelhecimento, câncer de pele e queimaduras também são outros problemas que podem surgir. Por isso, é essencial o uso do protetor solar.

Hidratação

A manutenção da hidratação é outro cuidado importante, já que a pele do idoso costuma ser mais seca e sensível. “O ideal é que os banhos sejam mornos e rápidos e devem ser utilizados sabonetes mais delicados, com propriedades hidratantes, que não retirem a oleosidade natural da pele”, aconselha Vargas. Além disso, os fatores de proteção físicos não devem ser esquecidos durante a exposição solar: chapéus, bonés, óculos escuros, entre outros.

Compartilhe:
Comentários: