27, abr, 2017

Aproveite o inverno para ficar mais bonita

Ácido tranexâmico e microagulhamento são alguns dos procedimentos indicados durante as temperaturas mais baixas

O inverno é uma das estações do ano mais especiais para ficar mais bonita por meio de alguns tratamentos estéticos, principalmente se o procedimento em questão envolver rejuvenescimento e combate a manchas.

Isso acontece porque a baixa incidência de raios solares viabiliza procedimentos cujos resultados são potencializados quando evitamos banhos de sol e exposição a altos índices de radiação. Por isso, com a chegada do frio, ir à praia ou se expor ao sol na piscina fica menos convidativo e, desta forma, é ainda mais fácil para os pacientes cumprirem todas as exigências solicitadas pelo dermatologista, o que contribui de forma significativa para alcançar os resultados esperados.

“Alguns procedimentos podem deixar a pele mais sensível e mais susceptível a pigmentação. Depois de realizá-los, a exposição ao sol pode intensificar essas reações e provocar outras ainda mais desagradáveis”, explica o dermatologista Bruno Vargas, diretor da Clínica Bruno Vargas e responsável pelo Portal do Melasma. Portanto, aproveite tal período do ano para ficar mais bonita!

Ácido tranexâmico é aliado contra o melasma

De acordo com Bruno Vargas, entre os tratamentos mais indicados para combater as manchas do melasma e ficar mais bonita está o uso do ácido tranexâmico. Essa substância é muito conhecida por controlar sangramentos durante hemorragias ativas, mas, atualmente, está sendo cada vez mais utilizada em tratamentos para a pele.

“O ácido tranexâmico é aplicado na mancha, na camada intermediária da pele, por meio de uma agulha fina. A ação é de bloqueio aos estímulos que fazem com que o melanócito produza mais pigmento. Assim, a pele é protegida, e novas manchas são impedidas de aparecer, assim como as já existentes de escurecerem”, afirma o dermatologista de BH.

Segundo ele, quando associado ao tratamento oral e tópico, os efeitos do ácido tranexâmico são ainda melhores.

Microagulhamento também favorece a pele

Outro procedimento que tem atraído muito a atenção das pessoas para cuidar da beleza da pele e controlar o melasma é o microagulhamento, ou Indução Percutânea de Colágeno (IPCA). Os principais objetivos dessa técnica são o estímulo de produção de colágeno na pele, a criação de novos vasos sanguíneos (angiogênese) e o aumento da vasodilatação, fazendo com que haja uma melhora de oxigenação e nutrição nos tecidos.

Segundo Bruno Vargas, o tratamento é realizado através de dispositivos compostos por pequenas agulhas que causam microperfurações na pele. Essas microperfurações são responsáveis pela indução de um processo inflamatório no local, capaz de estimular os fibroblastos, que são células responsáveis pela produção de colágeno local.

Além disso, essas pequenas perfurações causadas pelas microagulhas são responsáveis pela redução da pigmentação e uniformização da pele, especialmente as com melasma. Pode-se, ainda, associar o microagulhamento com o processo de “drug delivery”, que consiste a aplicação de substâncias com ação clareadora e/ou antioxidante sobre a pele (já com as micro-perfurações), o que potencializa os resultados.

Existem, ainda, outras opções que, combinadas, podem oferecer resultados bastante positivos. Contudo, é fundamental a avaliação de um dermatologista. Somente ele poderá indicar as melhores opções.

Então, aproveite o friozinho de inverno para se programar e ficar mais bonita!

Compartilhe:
Comentários: