8, out, 2015

Câncer de pele

Você sabia que o câncer de pele é o tipo mais comum no Brasil? Apesar de passar despercebido, ele representa 25% dos casos totais de câncer registrados no país. Desses, 4% são do tipo melanoma, menos conhecido, mas também o mais agressivo, que atinge as camadas mais profundas da pele. Isso se deve, em parte, ao fato de o Brasil ser um país tropical, onde a incidência dos raios UV é bastante intensa o ano inteiro.

Na maioria dos casos, consegue-se, por meio dos tratamentos, a recuperação completa da região afetada. Mas, a eficácia dos tratamentos varia de acordo com a gravidade e o tipo do câncer.

A exposição excessiva ao sol pode ocasionar, além dos diversos tipos de câncer de pele, o agravamento de manchas como sardas ou melasma, e atua também como um potencializador do envelhecimento precoce da pele.

“Grande parte dos brasileiros possui pintas ou manchas e nunca procurou avaliar com um dermatologista se há algum risco. O ideal é visitar um especialista regularmente ou quando observar quaisquer anormalidades, já que a chance de cura sobe para 90%, quando diagnosticado precocemente”, aconselha o dermatologista Bruno Vargas.

A forma mais simples de combater os danos da pele é protegendo-a. Fazer uso contínuo do protetor solar, respeitar os horários adequados para exposição solar, além de utilizar chapéus e bonés, quando possível, são importantes dicas para a prevenção. Cuide-se!

Compartilhe:
Comentários: