19, jan, 2018

Cinco causas do melasma

Manchas na pele podem aparecer em fases diferentes da vida, como na gravidez

Você está lidando com o melasma agora e ainda não conseguiu encontrar uma explicação para o surgimento das manchas? Existem várias causas para o problema, e nem sempre é possível determinar exatamente uma delas.

Para analisar cada caso, os dermatologistas levam em conta diversos fatores, avaliando ainda o histórico do paciente. Para que você conheça melhor sobre as causas do melasma, confira a seguir:

1 – Predisposição genética: Uma das causas do Melasma

Não é porque sua mãe tem melasma que você também tem ou terá. O dermatologista Bruno Vargas explica que uma predisposição genética pode, sim, ser uma das causas do melasma. Mas, o que determina se uma pessoa irá ou não desenvolver o problema é a junção da predisposição com outros fatores desencadeadores.

2 – Radiação solar

O sol é uma das principais causas do melasma, e também é responsável pela sua piora. Os raios ultravioletas (UV) têm forte interferência em nossa pele, estimulando a melanina que, por sua vez, tem total relação com o surgimento de manchas na pele. Por isso, o uso diário e constante de protetor solar é fundamental para prevenir e evitar que o melasma piore.

Vale ressaltar que, mesmo em dias nublados ou chuvosos, o protetor é seu aliado, pois os raios solares estão ali, mesmo que aparentemente de forma mais fraca para nós.

3 – Luz artificial

As luzes em geral têm impacto sobre a nossa pele, não somente os raios solares. Você passa muito tempo em frente ao computador? Sob a luz do escritório ou de casa? Esses fatores também podem estimular o surgimento do melasma. Assim como devemos nos proteger do sol, é fundamental usar protetor solar mesmo quando não vamos nos expor a ambientes externos.

4 – Gestação

O corpo da mulher passa por diversas alterações no período da gravidez, como alterações hormonais. É possível que esse período seja uma das causas do melasma. Nessas horas, a mulher deve ter cuidado redobrado e uma avaliação minuciosa sobre os melhores tratamentos para essa fase da vida. Segundo o dermatologista Bruno Vargas, existem formas seguras de tratar melasma durante a gravidez, sem prejudicar a saúde do bebê.

5 – Estresse

A correria do dia a dia e os diversos problemas e conflitos que temos que lidar em nosso cotidiano, levam a uma vida estressante, não é mesmo? Mas, precisamos encontrar formas de relaxar mesmo nas adversidades. Isso é uma forma de prevenir o melasma e outros problemas de pele. A nossa pele “fala” quando algo não vai bem em nosso corpo e, mesmo, emocionalmente.

EBOOK 10 MITOS E VERDADES SOBRE MELASMA

PREENCHA O FORMULÁRIO E LEIA TUDO QUE VOCÊ PRECISA PARA TIRAR SUAS DÚVIDAS SOBRE O MELASMA



Se quer se infomar ainda mais sobre o assunto, veja nosso post sobre: Como faço para tratar essas manchas na pele?

Compartilhe:
Comentários: