22, jul, 2015

Como conseguir vitamina D sem prejudicar o melasma?

Quem tem melasma acaba evitando ao máximo possível a exposição solar e, às vezes, acaba ficando com deficiência de vitamina D, que é obtida, quase 90% através do sol. Pensando nisso, como conseguir vitamina d sem se expor tanto ao sol?

Como conseguir Vitamina D

“A vitamina D é muito importante para o organismo, pois age contra a osteoporose, auxiliando na absorção do cálcio e na manutenção do tecido ósseo”, conta o dermatologista Bruno Vargas.

Mas, já que 90% dessa vitamina é absorvida através do sol, como podemos fazer para obtê-la e não agravar o melasma? “O ideal é respeitar os horários de exposição solar, fazendo uso de todos os objetos que protegem do sol, como: bonés, chapéus, protetores físicos e químicos”, recomenda o médico.

O quanto devemos nos expôr ao Sol

Segundo o Consenso Brasileiro de Fotoproteção, só de tomar 10 minutos de sol, diariamente, de forma não intencional, no rosto e na face, já seria suficiente para a produção da quantidade de vitamina D que precisamos. “Ou seja, não é preciso exagerar. E é necessário também evitar o período de maior incidência do sol, que vai de 10h às 15h”, aconselha Vargas.

Alimentos fontes de Vitamina D

A vitamina também pode ser adquirida por meio de determinados alimentos. Leite, manteiga, ovos e peixes de água fria são alguns exemplos de fontes da vitamina D. “Também existem cápsulas de vitamina D para casos mais extremos, quando a pessoa não faz mesmo exposição ao sol”, conta dermatologista.

Com o cuidado necessário, é possível manter o organismo equilibrado e se proteger das manchas. “Tomar sol é necessário e benéfico para o corpo. Mas as pessoas têm que ter consciência de que, ao exagerar, correm o risco de aumentar e escurecer as manchas, além de poderem desenvolver outras doenças de pele”, adverte o médico.

Quer saber mais? Aproveite para conhecer neste artigo mitos e verdades sobre melasma.

Compartilhe:
Comentários: