15, set, 2017

Como faço para tratar essas manchas na pele?

Algumas dermatoses inflamatórias (doenças de pele) podem deixar sequelas, como manchas escurecidas, mas que têm tratamento. Pode ser indicado tratamento tópico despigmentante, ou ainda terapias feitas com peeling químicos. O dermatologista Bruno Vargas ressalta que cada caso deve ser avaliado individualmente, levando em consideração características tanto do paciente quanto das manchas.

Essas manchas, que recebem o nome técnico de hipercromia pós-inflamatória, de acordo com Vargas, têm tratamentos desafiadores. “Lidar com esse tipo de mancha não uma tarefa fácil, é preciso que o paciente tenha calma e não se afobe. Grande parte dos quadros só são resolvidos com procedimentos conjuntos”, comenta.

Estudo de caso

Estudo publicado na Surgical & Cosmetic Dermatology, revista científica da Sociedade Brasileira de Dermatologia, descreveu a técnica de peeling com ácido tioglicólico para tratamento de hipercromia pós-inflamatória. A paciente tratou, por três meses, lesões cutâneas e, ao final, apresentava as manchas. Por outros quatros meses, a fim de tratar essas manchas, o, foram utilizados hidroquinona (4%) e ácido glicólico (10%), em creme. Não houve sucesso contra as manchas.

Então, os especialistas iniciaram peeling com intervalos quinzenais, com aplicação de gel, além de uso diário de forma despigmentante e ácido trenaxêmico, em casa, para potencializar o peeling. A paciente também foi orientada a usar fotoproteção diária, com FPS 50. O resultado foi a melhoria parcial significativa, com clareamento das lesões.

Compartilhe:
Comentários: