23, abr, 2015

Produção de vitamina D: Como se proteger do sol

Profissional mostra alternativas que previnem a deficiência da vitamina D sem deixar de lado o protetor solar

Foi-se o tempo em que tomar sol de forma demasiada era moda. Atualmente, tanto o público feminino quanto o masculino tem se conscientizado sobre a importância de utilizar o protetor solar regularmente. Se, por um lado, a exposição ao sol pode causar danos à pele, como melasma e doenças cutâneas, por outro; a falta de exposição ao sol pode levar à deficiência de vitamina D. Como consequência, podem aparecer doenças como a osteoporose, artrite reumatoide, hipertensão e até câncer de pele.

Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal Fluminense (UFF)  revela que seis em cada dez brasileiros apresentam deficiência de vitamina D, dado preocupante para um país tropical. O dermatologista Bruno Vargas alerta para os perigos de se agir de maneira muito extremista. “De fato, há pessoas que possuem peles mais sensíveis e que com pouca exposição solar já podem causar manchas na pele. Por isso, é importante se proteger constantemente e moderar no tempo de exposição”, afirma.

Produção de Vitamina d: monitoramento

De acordo com a publicação Consenso Brasileiro de Fotoproteção , o uso do protetor solar é essencial e pacientes que forem identificados de alto risco para o desenvolvimento da deficiência da vitamina D devem ser monitorados por meio de exames periódicos e podem utilizar fontes dietéticas ou suplementação vitamínica para a prevenção de deficiência de vitamina D.

Que entender mais sobre a produção de vitamina d? Acompanhe esse artigo sobre dicas sobre como conseguir vitamina d.

Compartilhe:
Comentários: