29, set, 2015

Melasma e a pele negra

A pele negra tem algumas particularidades que são interessantes (para alguns, até mesmo invejáveis). Em geral, ela apresenta uma oleosidade natural que faz com que os sinais de envelhecimento da pele sejam um pouco menos evidentes, além de apresentar uma incidência do câncer de pele menor, se comparada a outros tipos de pele.

Porém ela é mais propensa ao melasma do que as peles mais claras. Como existe uma maior concentração de melanina, ela acaba mais propensa ao surgimento de manchas na pele e mais sensível a alguns procedimentos estéticos, principalmente aos realizados com lasers.

Hoje já existem procedimentos que minimizam os danos do melasma também na pele negra. Mas, como ela está mais propensa a manchas, é necessário conversar com um dermatologista para que ele indique o mais seguro e adequado.

Compartilhe:
Comentários: