12, jul, 2019

Picoway: nova tecnologia oferece resultado eficaz contra melasma

A cura definitiva para o melasma ainda não foi descoberta, mas a boa notícia para quem sofre com essa condição crônica é que existem tratamentos eficazes que ajudam a amenizar e controlar o problema.

Como é de conhecimento de todos, os tratamentos a laser devem ser utilizados com muita cautela em pacientes com melasma, uma vez que existe a possibilidade do efeito rebote. Agora, com o surgimento no mercado de uma nova tecnologia, o laser de picossegundos, o uso do laser retorna como um tratamento seguro no controle das manchas.

Como funciona o laser Picoway?

O laser Picoway é usado em um procedimento pouco invasivo e atende qualquer tipo de pele, inclusive aquelas que já passaram por outros tipos de tratamento para melasma sem redução do problema.

Ele emite pulsos em picossegundos, provocando a microfragmentação da melanina. Com isso, ela se quebra em pedaços infinitamente menores do que por meio de outros equipamentos, e eles são naturalmente absorvidos pelo organismo. Assim, o processo de clareamento da mancha se torna mais ágil e efetivo.

A tecnologia possui outro diferencial: ausência de calor gerado na pele. O que isso quer dizer? O equipamento trabalha utilizando o efeito mecânico e não o efeito térmico, como outros lasers.

Geralmente, o resultado tende a ser mais rápido com a tecnologia Picoway — exige, em média, 6 sessões com intervalo de 30 dias.

Para se ter uma ideia, a duração do pulso de picossegundo usado no Picoway é 10 vezes mais rápida do que o pulso de nanosegundo do Spectra XT.

>>Importante: O laser não é indicado para todos os casos e, muitas vezes, é preciso a associação de técnicas para uma melhor resposta. Para indicação do tratamento, é preciso passar por uma avaliação médica clínica, em que serão analisadas as características individuais do paciente.

Vantagens da tecnologia Picoway

Pelo fato de atacar os pigmentos causadores das manchas de forma precisa e controlada, o laser mais rápido do mundo apresenta vantagens significativas em comparação aos demais tratamentos contra melasma:

  • peles de qualquer cor podem se beneficiar do tratamento;
  • atua na derme e na epiderme;
  • é ultrarrápido;
  • causa menos dor do que os equipamentos de laser tradicionais;
  • é bastante seguro, já que produz efeito fotoacústico e não gera calor;
  • não agride a superfície da pele;
  • oferece recuperação imediata, o que permite que a pessoa retome as atividades de rotina imediatamente;
  • menor risco de efeito rebote, ou seja, piora do quadro. 

Vale lembrar que o tratamento tem resultados positivos, mas é preciso um
acompanhamento de perto pelo médico dermatologista. Além disso, o cuidado do paciente também é fundamental para a eficácia do tratamento, já que a mancha é extremamente sensível à radiação e a exposição ao sol pode levar a um retorno do pigmento.

Quer saber se o tratamento é indicado no seu caso? Marque uma consulta!

Compartilhe:
Comentários: