2, jun, 2015

Tomar sol em qualquer parte do corpo piora o melasma?

Muitas pessoas que têm melasma ficam receosas ao se expor ao sol e não sabem até que ponto – mesmo fazendo uso do protetor solar e chapéus – o melasma pode se agravar. Algumas pacientes chegaram a perguntar se, ao tomarem sol em outras partes do corpo, pioraria o melasma.

Dr. Bruno Vargas explica que não há evidências de que a exposição de uma parte do corpo ao sol acarrete no desenvolvimento do melasma em outra parte do corpo. “No entanto, é importante salientar que a radiação ultravioleta é capaz de estimular a síntese do hormônio alfa-melanoestimulante (alfa-MSH) e adrenocorticotropina (ACTH). Em última análise, isso aumentaria a proliferação dos melanócitos e, consequentemente, da produção de melanina, o que poderia agravar o melasma”, conta ele.

Mas, esse agravamento acontece apenas no local exposto ao sol. O médico explica que a falsa impressão de que a exposição de uma parte do corpo ao sol piora o melasma “é o fato de, se a pessoa estiver em um ambiente de muito sol, a probabilidade de que sua face também receba todas as radiações (UVA, UVB, luz visível e radiação infravermelha) é grande, ainda que na sombra”. Por isso, é importante se proteger do sol e não se esquecer de utilizar os filtros solares químicos e físicos.

Compartilhe:
Comentários: